O Lakers é a maior decepção da temporada?

Coluna Fala Luis
Atual campeão da NBA decepciona ao ser eliminado prematuramente nos playoffs

Por Luis Fernando Julio, do canal Swish TVBR

No começo desta temporada da NBA, ao ser perguntado sobre os favoritos ao título deste ano, o nome do Los Angeles Lakers era o primeiro a surgir em minha cabeça – por diversos fatores, mas o principal era que o mesmo time que foi campeão no ano anterior conseguiu se reforçar muito bem na off-season. A equipe trouxe nomes como Dennis Schroder, Montrezl Harrell e Marc Gasol.

Ao ver o elenco deste time no começo desta temporada, era mais do que claro que as expectativas seriam altíssimas. Mas, ao mesmo tempo, as dúvidas sobre o favoritismo da equipe não existiam, pois seria improvável imaginar que um time que conta com LeBron James, Anthony Davis e todos esses reforços conseguiria causar algum tipo de decepção.

Mas, meus amigos, o improvável aconteceu. Claro que os problemas do Lakers não se resumem somente ao que há dentro das quatro linhas, mas o extra quadra influenciou demais no fraco desempenho do time.

Lesões acompanharam a franquia durante todo o ano, começando com Anthony Davis. O pilar defensivo e ofensivo do time infelizmente reviveu algo que há tempos não vivia, uma lesão grave. Desde o New Orleans Pelicans, Davis não havia perdido mais de um mês de temporada devido a lesões, mas isto voltou a acontecer logo no momento em que ele tinha uma grande possibilidade de se tornar o MVP da liga.

Para a felicidade dos torcedores, o Lakers ainda contou com LeBron James em alto nível durante a ausência de AD, mas o azar já havia tomado conta do Staples Center. LeBron, que vinha para uma temporada digna de MVP, sofreu uma grave lesão, algo que não é de costume acontecer com um dos maiores de todos os tempos, que o tirou de uma grande parte da temporada.

Sem suas grandes estrelas, o futuro do Lakers ficou nas mãos de seus coadjuvantes, que na medida do possível conseguiram ter um bom desempenho – claro que muito abaixo do que era esperado, mas mantiveram o time na disputa dos playoffs, fazendo com que os torcedores pensassem “ tudo bem, quando LeBron e AD voltarem, tudo voltará ao normal”.

Mas acabou não voltando, mesmo quando os dois retornaram. O time não conseguiu atingir um nível de atuação digno do que se era esperado, e disputou o torneio de play-in.

Anthony Davis e LeBron James: a dupla não colheu bons resultados nesta temporada. Foto: The Sports Rush.

Durante a repescagem, a expectativa seria de uma passagem tranquila; porém, ao enfrentar o Golden State Warriors, vimos que o basquete dominante que todos achariam que o Lakers apresentaria estava longe de ser realidade.

O time não conseguiu ser melhor do que seu adversário, logrando a vitória somente por um arremesso improvável de LeBron no final. Mas a má apresentação da equipe não tirou a confiança que todos tinham no atual campeão, já que projetávamos uma melhora no grupo quando os playoffs começassem de vez. E, ao cair contra o Phoenix Suns na primeira rodada, as expectativas em relação à classificação eram grandes.

O Suns veio de uma temporada gigantesca, onde conseguiu a segunda colocação no oeste. Um feito que teve todo o mérito do time e de seu treinador fantástico, Monty Williams.

Todo esse trabalho foi recompensado ao final da série. Após seis jogos, o Suns de Devin Booker, DeAndre Ayton e Chris Paul – que mesmo sofrendo uma lesão no ombro conseguiu jogar todas as partidas – bateu o todo poderoso Lakers e se classificou para as semifinais da conferência.

O bom basquete do time tem que ser enaltecido, mas é fato que o Lakers jogou muito mal em todas as oportunidades. Mesmo nas vitórias o time não convenceu, e ao perder Anthony Davis novamente devido a outra lesão, a equipe sucumbiu e foi eliminada.

Não é demérito ser eliminado pelo Phoenix Suns – o time é realmente bom, muito bem treinado e conta com talentos individuais incríveis. Porém, um time como o Lakers, que foi campeão na última temporada, que fez grandes movimentos na off-season e que conta com dois jogadores simplesmente fora da curva, não poderia ser eliminado na primeira rodada dos playoffs.

Tudo que poderia dar errado no time nesta temporada deu – lesões, baixo rendimento das contratações e evolução nula do sistema tático de Frank Vogel. Isso culminou nessa temporada desastrosa do time, que teria totais condições de ser campeão neste ano.

Muita coisa deve mudar para a próxima temporada em Los Angeles, porém mais do que contratações, os aspectos físicos do time é que devem ser o grande foco de melhoria. AD precisa se recuperar totalmente, e LeBron… Bom, ele não está ficando mais jovem, e vimos durante toda a temporada que lesões podem se tornar um problema para o King.

Publicado por Alice Barbosa

NBA journalist and writer. Árbitros NBA creator, website/social media about NBA refereeing. ECB editor. Jornalista e escritora, criadora do projeto Árbitros NBA (site, Twitter e Instagram). Editora no Esporte Clube Basquete. Periodista y escritora, creadora del proyecto Árbitros NBA (sitio web, Twitter e Instagram). Editora en Esporte Clube Basquete. @aliceviralata @arbitrosnba

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: