Unidos pelo apito

Conheça mais sobre a vida do primeiro casal de árbitros da NBA

Lauren Holtkamp e Jonathan Sterling escolheram compartilhar a vida juntos – sendo três desde 2019, com a chegada da filha Stoan -, mas em uma rotina que os separa fisicamente por até três semanas ao mês. Os dois são o primeiro casal de árbitros a trabalhar na NBA, e a dinâmica de viagens da liga faz com que a rotina deles seja diferente do habitual.

Apesar da divulgação da escala da arbitragem ser feita publicamente no dia da partida, os árbitros conhecem suas agendas com antecedência de um mês, o que torna a organização da vida de Lauren e Jonathan um pouco mais fácil de ser armada.

“Recebemos um apoio incrível de nossa família, e contamos com uma babá espetacular. Tenho certeza de que nós dois seremos flexíveis com qualquer coisa que aconteça, e que sempre seremos compreensivos um com o outro”, revela Lauren.

Lauren e Jonathan com a filha Stoan – um casal das quadras da NBA. Foto: Toronto Star.

O casal, que vive em Atlanta, também é ajudado pela NBA, que disponibiliza, para as funcionárias em viagem que amamentam, como foi o caso de Lauren, uma logística para coleta e entrega do leite materno à criança. E eles se espelham em programas de auxílio para casais que passam muito tempo separados fisicamente, como os das Forças Armadas dos EUA e de outras organizações esportivas, a exemplo do PGA TOUR, de golfe.

“Pensando nisso, que é ser um casal que são pais e também árbitros da NBA juntos – unidos, mas separados, né? -, há uma oportunidade de descobrirmos coisas e sermos criativos. Não quero utilizar muito a palavra ´inovador´, mas realmente acho que é isso mesmo… Poder encontrar um caminho que funcione”, diz Lauren sobre como conciliar a vida de pais na estrada.

Ela está nos quadros da NBA há sete anos, e Jonathan tem três a menos de liga. Eles se conheceram na Virgínia, num encontro de árbitros das divisões universitárias. Depois das atividades do dia, todo o grupo de profissionais do workshop saiu à noite para dançar. Lauren perguntou se Jonathan queria bailar com ela – e a resposta foi um surpreendente não. Porém a timidez do árbitro para os passos de dança não o impediu de chamá-la para um encontro, e aí foi onde começou a história dos dois.

Na residência do casal, o basquete não fica de fora. Como ambos jogaram o esporte na universidade, há uma cesta no quintal. E sem ficar longe da bola laranja até mesmo fora das quadras, é assim que Lauren e Jonathan vivem o sonho do basquete – separados, mas sempre juntos.

Foto do destaque: USA Today.

Publicado por Alice Barbosa

NBA journalist and writer. Árbitros NBA creator, website/social media about NBA refereeing. ECB editor. Jornalista e escritora, criadora do projeto Árbitros NBA (site, Twitter e Instagram). Editora no Esporte Clube Basquete. Periodista y escritora, creadora del proyecto Árbitros NBA (sitio web, Twitter e Instagram). Editora en Esporte Clube Basquete. @aliceviralata @arbitrosnba

2 comentários em “Unidos pelo apito

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: